Diálogo Interativo

Espaço para troca de ideias sobre diversos assuntos, com destaque para atualidades, comunicação, política, educação e relações humanas.

20 fevereiro, 2010

Ainda o carnaval

Já virou lugar-comum dizer que o ano só começa de verdade depois do Carnaval. Contrariando o dito popular, penso que muita coisa acontece no país antes da festa de Momo, mesmo que andemos pisando no freio antes da próxima segunda-feira.

O que mais gosto no Carnaval é a oportunidade de ficar de pernas pro ar por quatro dias e meio, sem pensar em trabalho. Não gosto de viajar nesta época, pelo risco maior de desastres de trânsito e rodovias congestionadas; só vou mesmo pra perto, um raio de 70 km, por exemplo. Carnaval de rua, prefiro durante o dia. A festa à noite perdeu muito do sentido original e virou zona (literalmente, em alguns casos). Também é bom ver as escolas de samba na tv, com suas histórias contadas em prosa, verso, fantasias, carros e adereços, embora os desfiles tenham se transformado em passarelas da propaganda, com as cervejarias em destaque, e o empurra-amassa-pula dos trios elétricos seja hoje um espaço (?) de assédio e, por vezes, atentado ao pudor e à dignidade.

Entretanto, o que mais me chama a atenção é como um país do tamanho do Brasil se rende praticamente inteiro a uma festa da qual ninguém sabe direito o significado mas todo mundo aproveita. Imaginemos que, dos cerca de 5.500 municípios brasileiros, umas 2.000 cidades tenham organizado carnaval de rua... É muita coisa!!!

E o legal também é ver as fantasias, os adereços que as pessoas usam ao andar pelas ruas. Cada um coloca o que quer, usa o que quer, sem se preocupar com o que vão falar, pensar etc. Hora de soltar aquilo que passa o tempo inteiro reprimido...

De qualquer forma, segunda-feira é logo ali. E a vida volta ao normal, num ano atribulado — copa do mundo, eleições gerais. E deixa o bloco passar!

4 Comments:

  • At 16:35, Anonymous Anônimo said…

    Ah quem diga que é impossível se render às festividades do Carnaval... quatro, cinco, uma semana de folia para muitos. Não há como fugir do tradicionalismo dessa festa. O Brasil para sim para o Carnaval, mas para tb para na Semana Santa, Corpus Christi e para todos os feriados que possam existir, principalmente se puderem ser emendados. Infelizmente nem tudo é festa, a quantidade de acidentes aumentou, bem como o de afogamentos. Lamentável ver e escutar estas notícias em época de festividades, mas nem tudo é ruim... APLAUSOS para as Prefeituras que coibiram e fiscalizaram a utilização dos espaços públicos como banheiro. Acredito que este foi o ponto alto do Carnaval/10. Agora é só esperar pelo próximo feriado, afinal eles não são de todos ruins. Aliviam a pressão em momentos oportunos. Abraços...

     
  • At 10:09, Blogger João Flávio Resende said…

    Caro Anônimo,
    Falou e disse.
    Abraços.

     
  • At 08:51, Blogger Carmen said…

    Ei, João Flávio!

    A Noruega não pára no carnaval, mas pára no natal (a semana inteira) e na semana santa: DEZ DIAS!!! Por que? Simplesmente para esquiar. O esqui é tão importante para o norueguês quanto o futebol ou o carnaval é para nós brasileiros, com a diferença de que a grande maioria pratica, e não apenas assiste.

    Acho que toda cultura tem sua válvula de escape. E viva a do Brasil! O carnaval é a coisa mais bonita que existe.

    Um abraço.
    Carmen

    P.S.: Tivemos um filho! Ele se chama Markus e está agora com dois meses. Lindo de morrer! (opinião completamente objetiva, claro!)

     
  • At 22:06, Blogger João Flávio Resende said…

    Carmen,
    Descanso sempre é bom. Principalmente estando em atividade. Esportiva, melhor ainda.
    Beijo.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home