Diálogo Interativo

Espaço para troca de ideias sobre diversos assuntos, com destaque para atualidades, comunicação, política, educação e relações humanas.

20 setembro, 2006

Por que voto em Carlão, 1331, para deputado federal

Com um dia de atraso, começo hoje a falar de quem escolhi para me representar a partir do ano que vem nas ações
A Câmara dos Deputados é responsável pela proposição e apreciação das leis federais, sendo, portanto, indispensável para a construção da democracia. A instituição, formada por 513 parlamentares, tem representação de todos os Estados do Brasil e também tem a missão de acompanhar e fiscalizar o trabalho do Governo Federal.
Temos deputados praticamente eternos nos seus mandatos, e que vão se acostumando com as benesses do poder. Isso acontece porque não temos formação de novas lideranças, porque as pessoas dizem que não gostam de política, reclamam que deputados só servem para roubar o dinheiro público, mas são incapazes de dizer em quem votaram quatro anos antes. Os atuais ocupantes de cargos eletivos já foram povo um dia, e superdimensionam as pequenas corrupções do dia-a-dia quando se encontram investidos de algum poder. É um problema de índole, imagino.
Para reverter este quadro na Câmara, precisamos de pessoas com história, que sempre primaram pela defesa intransigente do que é público, que sempre foram apaixonadas pelo país e pela nossa gente, que jamais sujaram as mãos na lama podre do poder.
Para fazer a minha parte neste processo, escolhi um administrador de empresas, professor, ex-dirigente sindical, ex-deputado estadual responsável, entre outras coisas, por discutir e encaminhar mudanças no tratamento que damos aos nossos portadores de sofrimento mental. Escolhi um homem que, ao assumir a presidência da empresa que gerencia o transporte público e o trânsito da capital mineira, mergulhou de cabeça para entender todos os processos internos da organização e foi responsável por grandes mudanças na mobilidade da população belo-horizontina. Escolhi um atual vereador de Belo Horizonte que defende a total transparência das ações de governo, que faz da política uma missão de vida. E seguramente levará para a Câmara dos Deputados uma nova forma de legislar, em defesa da vida, sempre.
Por isso, voto em Antônio Carlos Ramos Pereira, o Carlão, 54 anos, número 1331, para deputado federal.

2 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home