Diálogo Interativo

Espaço para troca de ideias sobre diversos assuntos, com destaque para atualidades, comunicação, política, educação e relações humanas.

11 setembro, 2006

O Legislativo pede socorro!

Vi na última sexta-feira no Jornal Nacional um dado que considero alarmante: 63% dos eleitores não sabe em quem votar para deputado federal e 60% ainda não escolheram um candidato a deputado estadual. Isso é o fim da picada!
Não dá pra culpar inteiramente o eleitor. As campanhas de parlamentares são muito parecidas e há uma média de dez candidatos por vaga. Além disso, o pouco espaço na TV e no rádio não nos permite fazer uma escolha baseada em critérios objetivos, tais como vida pregressa, propostas, possíveis desvios de conduta.
Não é novidade pra ninguém que o Parlamento é um dos gigantescos ralos por onde escoa o nosso dindim. Enquanto a disputa para o Legislativo for ficando relegada a segundo plano, teremos deputados e senadores sem qualquer compromisso além dos seus próprios umbigos e bolsos. Além disso, teremos governos bem-intencionados (sim, eles existem!) travados por disputas mesquinhas de poder dentro das casas legislativas.
Em tempo: você, caro leitor, cara leitora, se lembra em quem votou para deputado federal, estadual e senador em 2002 e vereador em 2004? Acompanhou o trabalho dos seus parlamentares de lá para cá?

3 Comments:

  • At 10:57, Blogger Carmen said…

    Oi, João...

    Eu sou uma dessas que não tem em quem votar para deputado federal. Eu já tinha feito minha opção, mas ao longo da campanha acabei mudando de idéia. Agora estou, mais uma vez, no escuro.

    Para te ser sincera, não acho bom fazer uma escolha rápida. Quero usar todo o tempo de que disponho. E já que você tocou no assunto: sobre candidatos a deputado federal e estadual nas últimas eleições, te digo que não votaria nelas de novo. A minha candidata a deputada federal foi eleita e só fez perder o meu respeito. A outra - a estadual, não se elegeu, mas me fez pensar se não estaria envolvida nas últimas do PT. Eu não voto em quem não confio. Não preciso ter certeza, só a suspeita já me faz querer outro candidato. Eleição é coisa muito séria para a gente votar em quem não confia.

    O meu candidato a vereador em 2004 não se elegeu, mas ainda bem que ele é "brasileiro e não desiste nunca"...

    No mais, continuo tentando encontrar uma agulha no palheiro para colocar lá na Câmara.

    Beijo.

     
  • At 11:23, Blogger Carmen said…

    Só uma curiosidade:

    Você já pensou em editar seus links? Seria legal a gente ver os sites que você lê.

     
  • At 16:55, Blogger João Flávio Resende said…

    Oi, Carmen.
    Acho que a escolha dos legisladores tem mesmo que ser mais cuidadosa, tanto pela quantidade de candidatos quanto pelas suspeitas e/ou certezas que recaem sobre cada um deles.
    Sobre os links, já pensei nisso, mas ainda não li as instruções para fazer a edição. Ainda sou meio novato na blogosfera. Mas vou fazer, prometo.
    Gostaria de saber os nomes das pessoas que você citou no comentário. Se quiser revelar quem são, pode mandar no meu e-mail.
    Beijo.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home