Diálogo Interativo

Espaço para troca de ideias sobre diversos assuntos, com destaque para atualidades, comunicação, política, educação e relações humanas.

26 setembro, 2006

Por que voto em Nilmário, 13, para governador

Os Estados da Federação, hoje, ficam numa espécie de meio do caminho. A Constituição elevou os municípios à categoria de entes federados, ou seja, possibilitou o repasse direto de programas e recursos do Governo Federal às cidades. Em muitos casos, como por exemplo na Saúde, o Estado nem vê a cor do dinheiro que vai direto do Ministério da Saúde para as prefeituras.
Mesmo que os municípios tenham assumido várias atribuições que antes eram dos Estados, os governadores ainda são responsáveis por boa parte das políticas públicas: transporte intermunicipal, segurança, parte da Educação, parte da Saúde, desenvolvimento econômico, turismo, cultura, dentre outras.
Para se governar bem um Estado, são necessários diversos atributos por parte do governador e da sua equipe: sensibilidade social, respeito à diversidade regional (sobretudo em Minas, quarto maior Estado do país em extensão territorial, terceiro em população e o maior em número de municípios), responsabilidade, saber ouvir e não tentar enganar a população com excesso de publicidade. O governador precisa ter tato, falar a mesma língua do povo, ter história de luta pelos direitos humanos, ter compromisso com a parcela mais sofrida da população.
Por pensar desta forma, voto em Nilmário de Miranda, 59 anos, número 13, para governador de Minas.

4 Comments:

  • At 10:10, Blogger Carmen said…

    Pelo menos neste a gente concorda! :-)

     
  • At 10:18, Blogger João Flávio Resende said…

    Já??? Acabei de colocar o texto no Blog...
    Acabei também de votar na sua enquete para presidente.
    Beijo.

     
  • At 20:31, Blogger Carmen said…

    João:

    Não gostei dele na entrevista - a que era para ser debate - ontem. Continuo com minha opção porque debate, para mim, é retórica pura. O fato de uma pessoa se sair bem numa entrevista ou debate não significa que fará bom governo. Eu voto na história da pessoa e não no discurso.

    Por outro lado, depois de escrever isto pensei que discurso de uma pessoa se constrói em sua prática. Pena que a prática do Nilmário não o tenha feito mais incisivo em seu discurso. Mas continuo acreditando nele. Lamentarei profundamente a vitória do atual governador.

    Beijo.

     
  • At 14:09, Blogger João Flávio Resende said…

    Carmen,
    Não vi o debate/entrevista, mas concordo inteiramente com você. Talvez falte algo mais consistente na trajetória do Nilmário.
    De qualquer forma, vamos lá, dar nossa contribuição.
    Beijo.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home