Diálogo Interativo

Espaço para troca de ideias sobre diversos assuntos, com destaque para atualidades, comunicação, política, educação e relações humanas.

24 outubro, 2006

Debate dos presidenciáveis deixa tudo como estava

O debate de ontem na Rede Record não teve grandes novidades. Lula e Alckmin apenas reafirmaram tudo que já vem sendo dito na campanha, nos programas de TV, nas entrevistas. Apenas o tom do confronto foi um pouco mais moderado do que o do debate do dia 8 passado, realizado pela Rede Bandeirantes. Aliás, eu fiquei assustado com a metralhadora do candidato do PSDB na Band.

Pelo menos temas dos projetos dos candidatos foram mais abordados no confronto de ontem (pela primeira vez desde 1989, deixei de ver um debate em eleições presidenciais, o do SBT). Os candidatos falaram sobre comércio exterior, educação, infra-estrutura, transportes, saúde, economia, políticas sociais, dentre outros temas.

Acredito que não teremos grandes novidades até domingo. Pode ser que tentem requentar alguma besteira petista para tentar uma virada. Com uma diferença de mais de 20 milhões de votos projetada pelas pesquisas, acho pouco provável que Lula perca a eleição. Não se trata de cantar vitória — para mim, eleição só termina após o cômputo do último voto. Alckmin teria de tirar diretamente de Lula cerca de 10,5 milhões de votos até domingo, cerca de 2,1 milhões por dia. De qualquer forma, vamos esperar.

Passada a ressaca eleitoral e confirmado o segundo mandato de Lula (é o que desejo), o governo se deparará com outros problemas: garantir a governabilidade, a sustentação num Congresso completamente esquizofrênico e ainda enfrentar o tiroteio remanescente das melecas protagonizadas por membros do governo e/ou do PT. Além disso, virão as articulações para as Presidências da Câmara e do Senado e a montagem da nova equipe de governo, sem "aloprados", de preferência.

Considerei equilibrado o resultado do debate da Record, o que é bom para Lula. Que venha o da Globo sexta-feira!

PS: Vou deixar para falar sobre Reforma Política depois de domingo.

2 Comments:

  • At 22:39, Blogger Carmen said…

    João:

    Acho que já falei aqui que tenho uma certa preguiça de debate porque a coisa é bem parecida com o Eclesiastes: "não é o mais veloz que ganha a corrida, nem é o mais forte que vence na batalha". Quem vence é a retórica e não a consistência do projeto político. Mas fico feliz que a coisa tenha sido equilibrada - como você disse aí. E, realmente, esse Congresso será osso duro de roer.

    Sobre o conserto aí do seu template: maravilha! Ficou bem melhor a forma original. Afinal quem vai a um blog quer ver logo quem o escreve. Do outro jeito estava parecendo "blog de ninguém". Só não pude ajudar porque realmente sou analfabeta em informática. As coisas que faço no meu são todas por tentativa e erro.

    Um abraço.

     
  • At 10:06, Blogger João Flávio Resende said…

    Carmen,

    Interessante foi o "Bom dia Brasil" de hoje cedo. Um monte de matérias "frias" (no jargão jornalístico, matérias que podem ser veiculadas a qualquer tempo, não dependem do calor da hora) e pouco espaço dedicado à corrida presidencial. Como a mídia vinha dando destaque a escândalos e denúncias, parece que faltou material para encher os quarenta e cinco minutos do jornal.

    Também sou analfabeto cibernético. Nunca fiz nenhum curso. O pouco que sei aprendi no "tapa". E assim foi para consertar o layout do blog.

    Até.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home