Diálogo Interativo

Espaço para troca de ideias sobre diversos assuntos, com destaque para atualidades, comunicação, política, educação e relações humanas.

30 outubro, 2006

De alma lavada

Não preciso fazer qualquer análise neste momento sobre a vitória do presidente Lula nas eleições de ontem. Toda a imprensa nacional está fazendo isso nesta segunda-feira. Aliás, é o assunto que mais vai pautar a mídia nas próximas semanas.

Hoje, sou só alegria. Longe de achar que o Governo Lula é perfeito, tenho a certeza de que o Brasil fez a melhor escolha. Dentre as forças políticas que almejavam a cadeira de presidente, Lula representa o melhor para o país no momento, pelas razões que já sabemos.

Chamou-me a atenção a disputa nos Estados, principalmente a derrota dos Sarney no Maranhão, caso sui generis neste 2º turno. Por uma esquizofrenia local, Lula e Roseana se apoiaram e a população maranhense disse sim ao presidente (84% dos votos) e não à oligarquia no Maranhão, meio que no mesmo caminho da Bahia, que aplicou uma forte pancada em ACM. Lula perdeu em apenas sete das 27 Unidades da Federação. Terá pelo menos 15 governadores em sua base aliada. E Geraldo Alckmin teve cerca de 2 milhões de votos a menos que no primeiro turno.

Reproduzo abaixo artigo de Gilberto Dimenstein publicado hoje no site da Folha, para completar a análise fria do processo. A verdade é que estou feliz pra dedéu.

Abraços a todos.

Por que Lula venceu

Lula venceu por um simples motivo: conseguiu aliar seu passado de retirante nordestino com os avanços sociais nos quatro anos de seu mandato, gerando uma forte identificação com os eleitores, a maioria deles pobres.

Claro que essa identificação foi estimulada por uma permanente operação de marketing como se estivéssemos sempre em ano eleitoral. É claro também que Lula se beneficiou da herança bendita (inflação baixa, aumento das exportações, maior controle dos gastos) do governo anterior.

Mas os números mostram que, nos últimos quatro anos, os mais pobres tiveram aumento expressivo de renda, devido à combinação do Bolsa Família, da elevação do mínimo, baixa no preço dos alimentos, entre outros fatores. A sensação de melhoria não foi uma ilusão, mas real, vista na quantidade de produtos nas geladeiras — e, até, nos migrantes que voltavam para suas terras.

Se isso tudo é sustentável, é outra discussão. O Brasil é um país de maioria de pobres — e os pobres se sentiram menos pobres. Para entender a vitória do Lula, o resto, inclusive o desempenho de Alckmin, não passa de acessório.

9 Comments:

  • At 15:35, Blogger Carmen said…

    Oi, João...

    O mundo blogueiro está deprimente quando se trata de comentar a vitória do Lula. Seu blog hoje é um oásis.

     
  • At 17:29, Blogger João Flávio Resende said…

    Olá, Carmen

    Mesmo correndo o risco de ser degolado, digo que blog é coisa de classe média (que tem amplo acesso à internet e tempo para escrever), que votou maciçamente no 45. Afinal, para reduzir a pobreza neste país, alguém tem que pagar a conta. E a classe média arcou pelo menos com parte do custo. Eu também arquei. Pago uma nota de Imposto de Renda na Fonte. E, com Lula na Presidência, pago com gosto.

    Se o salário mínimo aumenta, aumenta o custo para quem tem empregada doméstica, para citar apenas um exemplo.

    O perfil do eleitorado de Lula mudou muito de 2002 para cá. Antes, votava-se nele pelas intenções. Ontem, votou-se pelas realizações — que mudaram a vida de muitos pobres para melhor.

    Beijo.

     
  • At 20:13, Blogger Carmen said…

    Tá explicado.

     
  • At 12:25, Blogger Marco Aurélio said…

    João Flávio

    Ontem foi muito bom. Pena que tivemos pouca oportunidade de conversar. Uma outra hora marcamos novamente e vamos conversar melhor.

    Um abraço

     
  • At 14:13, Blogger Alex Manzi said…

    Caríssimo João.

    Muitíssimo obrigado pela presença no "eu não posso mais ficar aqui". Alex Manzi e Os Capazes agradecem de coração a presença e o entusiasmo.

    Agradeço ainda mais pelas considerações no blog de Carmen. Fiquei muito feliz que vocês tenham gostado do trabalho que deu tanto trabalho...

    Um enorme e fraterno abraço e apareça sempre no meu blog, nos shows, na vida...

     
  • At 16:21, Blogger João Flávio Resende said…

    Fala, Manzi.

    Respondi lá no seu blog.

    Abraços.

     
  • At 19:10, Blogger Carmen said…

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • At 19:12, Blogger Carmen said…

    Oi, João Flávio. Tudo bem?

    Tem um aluno de Ciência da Informação da PUC Minas que está fazendo uma pesquisa sobre blogs. Tudo o que você tem que fazer (caso consinta a pesquisa) é responder um questionariozinho bem curto e inofensivo, online mesmo. É uma pesquisa séria. Ele irá te contactar por e-mail para convidá-lo. Se puder, dê uma força, OK?

    Um abraço.

     
  • At 09:13, Blogger João Flávio Resende said…

    Carmen,

    Vou aguardar o contato e responderei o questionário com prazer.

    Gostei do subjuntivo "consinta". Gastando mesmo, hein?

    Beijo.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home